Associativismo: o que é e quais os seus benefícios

“Associativismo é qualquer iniciativa formal ou informal, que reúne um grupo de organizações ou pessoas com o objetivo de superar dificuldades e gerar benefícios econômicos, sociais, científicos, culturais ou políticos”.

Carlos Roberto Romeu.

O associativismo promove um ganho social amplo e irrestrito. Nesse sentido, a união de esforços, em busca de objetivos comuns, propicia mais chances de alcançarmos metas e planos almejados.

Dessa forma, quando as pessoas estão reunidas com interesses semelhantes, visando ao bem comum, é possível alcançar resultados com maior velocidade.

          O associativismo, de acordo com o pesquisador D. Vieira Salomon:

 “revela a crença de que juntos é possível encontrarmos soluções melhores para os desafios e conflitos que a vida em sociedade apresenta”

O associativismo reporta-se à livre organização de pessoas. Isso se dá, por sua vez. sem fins lucrativos, com o intuito de buscar o preenchimento de necessidades coletivas ou o cumprimento de objetivos comuns, por meio da cooperação.

“Um significado mais específico do termo associativismo refere-se à prática social da criação de associações. Dentre elas, estão as entidades jurídicas, formais ou informais, reunindo pessoas físicas ou organizações para a representação e a defesa de interesses dos associados”.

O associativismo nos remete à:

  •  Participação;
  •  Solidariedade;
  •  União;
  •  Cooperação e trabalho, visando a objetivos comuns.

“O associativismo, além de tantas outras definições, pode também ser identificado como uma forma de atuar de maneira conjunta, através da união de empresas e entidades.

Promovendo a adoção de métodos de trabalho que estimulem a confiança, a ajuda mútua e o fortalecimento de uma categoria com interesses comuns nos aspectos econômicos, sociais, técnicos ou políticos.”

ASSOCIATIVISMO: a força ainda não explorada pela maioria dos empresários do País

Leia também as  ABORDAGENS TEÓRICAS SOBRE O ASSOCIATIVISMO E SEUS EFEITOS DEMOCRÁTICOS

Para que serve o associativismo?

O associativismo é um instrumento importante para que uma comunidade deixe o anonimato e passe a ter maior expressão social, política, ambiental e econômica.

Sendo assim, esta forma de organização tem como finalidade atingir metas e benefícios comuns, por meio de ações coletivas, visando aos seus associados.

É através do associativismo que é possível:

  1. Ter uma maior expressão social; 
  2. Buscar melhorias, que contribuam para o desenvolvimento local, através de ações estrategicamente pensadas em prol do crescimento do respectivo grupo. 

Assim, para o sucesso destes objetivos, é necessário que a associação e seus associados tenham conhecimento dos princípios básicos, capazes de conduzir o associativismo.

Os 7 princípios do associativismo:        

São descritos, por Ênio Meinen (2014), os seguintes princípios:

  • 1º Princípio: adesão voluntária e livre; 
  • 2º Princípio: gestão democrática pelos sócios; 
  • 3º Princípio: participação econômica dos sócios; 
  • 4º Princípio: autonomia e independência; 
  • 5º Princípio: educação, formação e informação; 
  • 6º Princípio: cooperação entre associações/cooperativas; 
  • 7º Princípio: interesse pela comunidade.

Sendo assim, uma associação deve ser a primeira a estar presente em defesa dos seus associados, representando um instrumento que viabilize soluções eficazes.

  ___________________________________________________________________

A associação é estratégia de fortalecimento.

 ___________________________________________________________________

 “Sindicatos patronais, entidades de classe, confederações, associações têm justamente o objetivo de representar, desenvolver e reunir as empresas de determinada região. Juntas, elas podem compartilhar informações e se desenvolver.  Expressar suas necessidades e anseios.

Além disso, serem representadas diante de uma instituição governamental, que exige tempo, paciência e burocracia para ouvir as pressões de muitas empresas unidas.”

Associativismo, esta ideia precisa de um empurrão

Vantagens do associativismo

O trabalho conjunto permite contribuir para o desenvolvimento da sociedade, gerando emprego e renda, transformando o associativismo em aliado.  

Sem perder a independência, o empreendedor, na associação, tem muitas vantagens. Entre elas, capacitar suas equipes periodicamente, através da promoção de ações gratuitas ou com custo reduzido.

Além disso, o grupo fica mais fortalecido no quesito representação política e consegue melhores preços junto aos seus fornecedores, entre outras.

O associativismo contribui para o desenvolvimento da sociedade, gerando emprego e renda. Ele movimenta a economia local, promovendo a capacitação da sociedade e dos cuidados ao meio ambiente. 

Os desafios, por sua vez, são imensos, e as oportunidades, igualmente imensuráveis. É evidente que as empresas que se mantiverem isoladas, trabalhando sozinhas, enfrentarão maiores dificuldades.

As vantagens do associativismo, nesse sentido, perpassam a representação política e estão presentes no desenvolvimento econômico e tecnológico de muitas instituições.

Assim, quem igualmente vive neste universo reconhece que avançar no coletivo tem ganhos, mas também desafios. 

É preciso saber ouvir, reconhecer as diferenças e aprender a lidar com elas. Unir interesses para o desenvolvimento econômico e o bem-estar social dos participantes e da sociedade requer viver em grupo de forma ampla.

“Certamente, o maior problema do associativismo é comportamental, pois, mesmo sendo uma organização de empresas, os objetivos que levam o empresário a aderir ao modelo não são coletivos, e sim individuais”. Entenda as justificativas aqui.

“Estamos habituados a remediar situações para sobrevivência de nossas organizações, com pensamentos muitas vezes individualistas. No entanto, temos o SINDIMETAL lutando por nossos interesses de forma estratégica, visando ao bem coletivo da indústria. Porém, para atingirmos resultados positivos, é necessária a participação ativa das empresas”.

Leia mais: Importância do associativismo.

Compartilhe nas redes sociais!