GTs da Câmara Temática da Indústria de São Leopoldo iniciam balanço e planejamento para 2023

Os Grupos de Trabalho (GT) Educação, Atratividade, e Marketing e Comunicação da Câmara Temática da Indústria de São Leopoldo deram continuidade às reuniões semanais ao longo do mês de outubro. As principais pautas dos encontros foram o uso de novas ferramentas de comunicação; a apresentação da atividade econômica com o recorte do setor industrial; o diagnóstico educacional da Formação Profissional; e as ações para o próximo ano.          

As reuniões acontecem às quartas-feiras, no Centro das Indústrias, em São Leopoldo. Em outubro, os participantes debateram e planejaram os próximos movimentos da Câmara Temática, com o objetivo de recuperar e revitalizar o setor industrial do município, a partir dos três eixos centrais que nomeiam os GTs.

Atratividade contrapôs os setores da indústria e de TI

O coordenador do grupo de pesquisa Competitividade e Economia Internacional da Unisinos, Marcos Tadeu Caputi Lélis, realizou uma apresentação para o GT Atratividade sobre o panorama do mercado de trabalho em São Leopoldo, no dia 19 de outubro. Os apontamentos de Lélis permitiram estabelecer um comparativo entre os setores industrial e de Tecnologia da Informação (TI).

De acordo com os dados de 2020, o setor de TI se destaca por apresentar o maior número de jovens empregados, além de oferecer os maiores salários (até nove salários mínimos) e possuir a maioria de seus trabalhadores cursando o ensino superior. Em relação ao setor industrial, os dados indicam que mais de 50% dos trabalhadores da área têm idade acima de 30 anos, e que 56% dos trabalhadores da indústria têm o ensino médio completo. Junto a isso, o rendimento mensal dos profissionais deste campo é, em média, de 3 a 3,5 salários mínimos.

Lélis também destacou a pirâmide etária do município, que segue a tendência mundial e apresenta um índice cada vez menor de jovens, sobretudo em idade de ingressar no mercado de trabalho. Os participantes discutiram ainda a importância de mapear onde estão os jovens que se encontram à margem do emprego formal. Caso este mapeamento sinalize um grupo potencial para a indústria, emerge o desafio de como atraí-lo ao setor.

Registro da reunião com o professor Marcos Tadeu Caputi Lélis

Comunicação planeja conteúdo para as redes sociais

Com o site da Câmara (http://camaraindustriasaoleo.com.br/) consolidado, a reunião do GT Marketing e Comunicação no dia 5 de outubro teve como prioridade o debate sobre novas estratégias de comunicação, a fim de intensificar a presença e atuação da Câmara Temática da Indústria nas redes sociais.

Lá, serão compartilhados os materiais específicos elaborados para divulgação das principais ações da iniciativa, bem como dos temas abrangidos pelos GTs ao longo deste ano. Esse passo é indispensável para ampliar a visibilidade da Câmara Temática e o diálogo com a sociedade.          

Houve, ainda, a definição sobre a forma como as entidades que integram a comissão executiva da Câmara Temática farão a divulgação segmentada nas suas respectivas redes sociais. Perfis próprios da Câmara Temática da Indústria deverão ser criados em um segundo momento, caso seja pertinente.

Como nos meses anteriores, o Grupo também fez uma avaliação das divulgações realizadas até o momento, através dos veículos de comunicação e das mídias sociais.

GT Educação planeja ações para 2023

Integrantes do GT Educação estiveram reunidos com o professor da Unisinos Clóvis Antônio Kronbauer, no último dia 26. O docente apresentou um apanhado sobre o diagnóstico que foi construído ao longo deste ano a respeito da Educação e Formação Profissional ofertadas na região. Ele também propôs ações para 2023.

Na síntese, o professor mostrou o número de estudantes e de vagas oferecidas para formação profissional nas instituições de ensino da região (IFSul – Campus Sapucaia do Sul, SENAI, Escola Mesquita, Escola Frederico G. Schmidt e SESI). Em seguida, pontuou a necessidade de conhecer o sistema profissionalizante e as necessidades da indústria, para enfim preencher as lacunas decorrentes da falta de mão de obra qualificada.

Na oportunidade, a representante da Secretaria Municipal de Educação (SMED), professora Renata de Matos, salientou a vulnerabilidade social enfrentada pela maioria dos adolescentes que concluem o ensino fundamental, pontuando os empecilhos para prosseguirem os estudos. Nas palavras dela, a falta de condições básicas, como saúde, alimentação, moradia e distância das escolas, são fatores impeditivos para os alunos seguirem na sua formação básica e média.          

Entre as propostas do GT para 2023, figuram a realização de uma pesquisa sobre as necessidades de mão de obra; a Feira de Oportunidades da Indústria de São Leopoldo (prevista para maio); calendários de eventos das escolas; a criação de um projeto piloto de educação e capacitação integrada numa região do município; a criação de subgrupos dentro do GT; e, por fim, a organização da oferta de cursos em consonância com as necessidades da indústria.

Próximos passos

Para o mês de novembro, está prevista a realização de um balanço das atividades dos GTs da Câmara Temática durante o ano corrente. Em dezembro, deve acontecer uma plenária com a presença de todas as entidades que integram a iniciativa.

Sobre a Câmara Temática da Indústria

Instituída por meio do decreto nº 10.017 da Prefeitura de São Leopoldo em dezembro de 2021, a iniciativa visa recuperar e revitalizar o setor industrial de São Leopoldo. Além da Prefeitura, a Câmara Temática da Indústria é composta pela Câmara de Vereadores, 15 sindicatos da Indústria e dos Trabalhadores de São Leopoldo, Novo Hamburgo e região, ACIST-SL, FTMRS, CNM-CUT, Unisinos, IFSul – Campus Sapucaia do Sul, Escola Técnica Estadual Frederico Guilherme Schmidt, Escola Técnica Mesquita, SENAI, SESI e SEBRAE, além de outros atores que participam de forma eventual.

Para mais informações, acesse o site http://camaraindustriasaoleo.com.br/.

Fonte e fotos: Assessoria STIMMMESL

Notícia relacionada:

Grupos de Trabalho da Câmara Temática da Indústria de São Leopoldo avançam em suas propostas.

Compartilhe nas redes sociais!