Câmara Temática da Indústria em São Leopoldo reúne poder público, empresários e trabalhadores

Foi instituída, no dia 09 de dezembro, a Câmara Temática da Indústria em São Leopoldo, com a finalidade de elaborar estudos e propostas para a recuperação, revitalização e desenvolvimento da indústria na cidade. O propósito é reunir o Poder Público Municipal, os empresários e trabalhadores dos setores industriais, para a elaboração de ações, que possam posicionar São Leopoldo como líder no desenvolvimento industrial, sendo, inclusive, referência, para demais municípios.

O ato de instituição e posse dos membros da Câmara Temática da Indústria, na qual o SINDIMETAL RS é representante titular, pela indústria, contou com a presença de diversas lideranças, municipais, empresariais e sindicais. Entre elas: presidente do SINDIMETAL RS, Sergio Galera; presidente do SINBORSUL, Gilberto Brocco; presidente do SINDUSCOM Vales, Roberto Potrick; presidente do SINMAQSINOS, Marlos Schmidt; presidente do SINDIVEST, Herberto Henrique Fleck Júnior; presidente do SINPLAST, Gerson Haas; e, representando o presidente do SINDARTCOURO, Felipe Bennemann.

Na ocasião, o professor dr. Marcos Lelis, do Núcleo de Excelência, Competitividade e Economia Internacional da Unisinos, apresentou um estudo macro setorial, que aponta o posicionamento da indústria, inclusive em relação às importações e exportações realizadas pelos segmentos. Também, destacou a evolução do PIB em São Leopoldo, em comparação com as cidades limítrofes, analisando a dinâmica e a vocação industrial da região.

DESTAQUE –    O presidente do SINDIMETAL RS, Sergio Galera, enfatizou ser urgente o investimento num projeto de qualificação da mão de obra, pois valorizar a indústria torna o País mais forte e independente. “Os benefícios, que poderão resultar da união do poder público, empresários e trabalhadores são imensuráveis. Temos que estar juntos, mesmo que em alguns aspectos tenhamos visões diferentes, pois este movimento, que iniciamos hoje, será uma referência, um protagonismo, uma ação importante para outros municípios. A entidade está segura de que a partir deste passo, outros virão em direção ao desenvolvimento”, destacou Galera.

Segundo o presidente do SINMAQSINOS, Marlos Schmidt, este momento se reveste de importante relevância, pois envolve a sociedade e expressivas lideranças. “Parabéns a todos os envolvidos. Estamos mobilizados para o desenvolvimento da indústria, com foco, resiliência e motivação, que resultarão em benefício igualmente das pessoas, impactando positivamente no desenvolvimento da região”, afirma.

O representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM), Milton Viário, destacou: “é visível, que estamos mudando de postura. Tomamos providências para vencer as dificuldades, pensando também nas próximas gerações, num desafio local, de médio e longo prazo”. Afirmou que precisamos olhar para o conjunto e nos comprometer com a comunidade, pois assim todos ganham. E enfatizou que “a empreitada é desafiadora, mas juntos faremos a diferença. Se cuidarmos desta sinergia, que nos reuniu até aqui, os ganhos serão de todos”.

Também fizeram uso da palavra, parabenizando a iniciativa, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turístico Tecnológico, Juliano Maciel; secretário-geral de Governo, Nelson Spolaor; e presidente da Câmara Municipal, vereadora Ana Affonso.

Ao encerrar o evento, com a assinatura do decreto nº 10.017, que institui a criação da Câmara da Indústria, o prefeito Ary Vanazzi registrou a importância desta ação para o município. “A Câmara visa o crescimento econômico da cidade, com geração de mais riqueza, mais empregos, mais inclusão e mais conforto social. A partir da proposição de ações, que envolvam a sociedade na formulação de um programa de recuperação do protagonismo da indústria na cidade, podemos ser referência na região”. Também almejamos a realização de estudos, diagnósticos e propostas, que permitam a revitalização e modernização da indústria. “Desejamos agregar novas tecnologias e inovações, dentro de parâmetros ambientalmente sustentáveis, com respeito ao meio ambiente e cuidando do patrimônio natural do município”, afirmou Vanazzi.

OPINIÃO – Para o presidente do SINBORSUL, Gilberto Brocco, a iniciativa de criação da Câmara Temática da Indústria é de grande importância para a sociedade em geral. Uma tentativa de reativar a força da indústria, retomando a sua expressividade, como já foi no passado. Empresários, trabalhadores e poder público unidos, em prol do desenvolvimento e do crescimento dos diferentes segmentos, sem dúvida trará um ganho imensurável para a economia da região. “Desejamos conjugar ideias, investir no empreendedorismo e superar desafios com trabalho e novas oportunidades de crescimento para todos”, enfatiza Brocco.

 O SINDUSCOM Vales apoia todas as ações que possam trazer benefícios para a cidade de São Leopoldo. Segundo o presidente Roberto Potrick, “vemos com bons olhos a interação entre os empresários, o poder público e os trabalhadores. Cada ator cumprindo seu papel e a sinergia que isso traz ao todo são de grande valia para o município”.

Na opinião do presidente, “a entidade está junto com os demais sindicatos patronais para os debates, para implementação das ações necessárias, bem como para participar desta caminhada com o objetivo da retomada do protagonismo de São Leopoldo, na indústria da nossa região. As empresas que compõem o SINDUSCOM – Construção Civil e Mobiliário – estão prontas e preparadas para participar desta retomada de São Leopoldo rumo à liderança da indústria na nossa região e no Estado”, afirma Potrick.

A Câmara Temática da Indústria terá uma Comissão Executiva, com representação do poder público e das entidades e instituições, que poderá criar grupos de trabalho específicos para determinados temas. Ela será composta por dois representantes, sendo titular e suplente dos seguintes órgãos da Administração Pública: Gabinete do Prefeito, Secretaria Geral de Governo, Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico, Turístico e Tecnológico, Secretaria Municipal da Educação, Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Secretaria Municipal do Orçamento Participativo e Fundação Centro de Eventos de São Leopoldo.

Conforme o decreto, serão convidados a participar da Câmara Temática da Indústria, representantes das seguintes entidades e instituições: Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico e Eletrônico de São Leopoldo, Sindicato da Indústria do Vestuário e Calçado de São Leopoldo, Sindicato das Indústrias de Artefatos de Borracha do Estado do RS, Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Leopoldo, Sindicato da Indústria de Máquinas e Implementos Industriais e Agrícolas de NH e Região, Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do RS, Sindicato das Indústrias de Artefatos de Couro de São Leopoldo, Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo, Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de São Leopoldo, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Artefatos de Borracha de São Leopoldo, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Artefatos de  Couro de São Leopoldo, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Calçado e do Vestuário de São Leopoldo, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Resina e Material Plástico de NH e Região, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Imobiliária de São Leopoldo, Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do RS, Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT, UNISINOS, IFSUL – Campus Sapucaia do Sul, SENAI, SESI e SEBRAE.

Fotos: Divulgação SINDIMETAL RS

Compartilhe nas redes sociais!