Back to top

NOTÍCIAS

Projeto educacional nota 10

SESI, SENAI e SINDIMETAL apresentam iniciativa
transformadora, na área da educação, para vereadores

Um café da manhã, para apresentação do Projeto SESI/ SENAI - Parque do Trabalhador, reuniu, nesta quinta-feira, dia 17 de novembro, representantes do Governo do Estado, vereadores da Câmara Municipal de São Leopoldo, lideranças empresariais, gestores do Serviço Social da Indústria (SESI-RS), do Serviço Nacional da Indústria (SENAI-RS) e do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico e Eletrônico de São Leopoldo (SINDIMETAL). O encontro teve lugar no SENAI CETEMP - Instituto SENAI de Inovação Soluções Integradas em Metalmecânica - ISI SIM, em São Leopoldo.
         
A pauta foi conduzida pelo diretor-superintendente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Carlos Heitor Zuanazzi, que apresentou o protocolo de intenções referente à cedência da área do Parque do Trabalhador, em São Leopoldo, para o SESI e o SENAI, contemplando a cessão de uso para as respectivas instituições. A mesma está localizada no Parque de Recreação do Trabalhador, em frente ao Instituto SENAI de Inovação em Soluções Integradas de Metalmecânica – CETEMP, em São Leopoldo. A respectiva área, num total de 40.285,97m2, será desmembrada em duas, sendo uma de 20.562,89m2 destinada para o SESI-RS e a outra de 19.723,08m2 para o SENAI-RS.
          
Neste espaço, o Sistema FIERGS fará investimentos para a implementação da Escola de Referência em Ensino Médio, do SESI, e utilizará também para melhorias no atendimento das demandas do Instituto SENAI de Inovação em Soluções Integradas em Metalmecânica – ISI SIM. Com capacidade para atender 300 alunos, filhos de trabalhadores da indústria, entre 15 e 18 anos, a escola funcionará gratuitamente, em turno integral, a partir do primeiro semestre de 2019. 
          
Para o diretor-superintendente Zuanazzi, a decisão de investir no futuro, através da preparação de jovens, deve ser um compromisso coletivo. “Vamos precisar da agilidade de todos os segmentos da sociedade para que este projeto, focado no desenvolvimento do município e da região, possa ser concretizado com êxito”, justifica.

RESULTADO POSITIVO - Segundo o diretor-superintendente do SESI-RS, Juliano Colombo, o projeto piloto, implantado com sucesso, no município de Pelotas, norteou esta ação em São Leopoldo. O mesmo recebeu o reconhecimento do Conselho Regional de Educação, que demandou que existissem mais instituições de ensino com este formato. Sendo assim, foi inaugurada, em Sapucaia do Sul, a Escola de Ensino Médio SESI Arthur Aluízio Daudt. 
          
Até 2019, além de São Leopoldo, o SESI deve inaugurar escolas também em Gravataí, Montenegro e Caxias do Sul, totalizando seis no Estado. “Este modelo, validado como referência no País, irá formar alunos com ensino diferenciado e mais preparados para o mercado de trabalho”, enfatiza Colombo.
          
Na opinião do diretor regional do SENAI-RS, Carlos Artur Trein, a integração com o SESI irá fortalecer ainda mais a formação profissional, sendo também uma forte aliada da indústria, especialmente quanto a oferta de mão de obra qualificada. “A interface, que será intensificada entre as instituições, a partir desta proximidade física, também irá facilitar o modelo e a consistência do projeto”, considera Trein.
          
Convictos da importância desta efetiva parceria, a diretoria do SINDIMETAL, através do presidente Raul Heller, tem sido incentivadora da integração entre a escolaridade e a profissionalização. Na opinião do vice-presidente da entidade, Arno Tomasini, vice-presidente de Operações da Stihl, “precisamos trabalhar com mais velocidade, com tecnologia de ponta, com o olhar no futuro, para que sejamos mais competitivos neste mercado globalizado. A proposta, que está nascendo aqui, é fantástica. Portanto, temos o compromisso de manter esta ‘roda girando’ a favor do desenvolvimento”.
          
Para a presidente da Câmara Municipal de São Leopoldo, Iara Cardoso, esta oportunidade abrirá novos horizontes profissionais para os jovens. “Somos 100 por cento parceiros deste projeto e desejamos que a iniciativa contagie a todos, para que possamos num futuro breve colher os frutos desta bela iniciativa”, afirmou. Na opinião do representante da secretaria estadual de Administração Hélio Soares dos Santos, as entidades envolvidas estão de parabéns. “Seriam necessários mais projetos desta envergadura, pois quem ganha é o Rio Grande do Sul”, reforçou.
           
Uma etapa importante para dar continuidade ao projeto já foi conquistada. A votação sobre a cedência da área, incluída na agenda da reunião da Câmara Municipal de São Leopoldo, que ocorreu na noite desta quinta-feira, foi aprovada por unanimidade, consolidando assim formalmente o apoio manifestado amplamente pelos vereadores do município, que participaram do evento.
           
 
Neusa Medeiros
Jornalista - Reg. Profissional nº 5.062
Assessora de Imprensa do SINDIMETAL
Edição 3 - Comunicação Empresarial Ltda.